Dúvidas sobre Portaria Remota

Dúvidas sobre Portaria Remota
maio 26, 2018
 

Dúvidas sobre Portaria Remota

Sem dúvida a Portaria Remota é uma realidade. Porém que se alcance sucesso em sua contratação é  fundamental a  escolha certa da empresa que irá prestar este serviço. Existem ainda por parte dos síndicos algumas dúvidas sobre o bom funcionamento do sistema.
Pensando em sanar estas dúvidas,  o Jornal Informe Síndico entrevistou o Sr. Carlos Henrique Veloso de Carvalho, engenheiro e diretor da  ECOS SEGURANÇA ELETRÔNICA.
Confira informações importantes do profissional de segurança e  entenda como funciona uma portaria remota, de grande relevância hoje em dia.
P: Sr. Carlos, na implantação do sistema de uma portaria virtual, o que será exigido do condomínio interessado em relação as informações sobre os moradores/visitantes (cadastro) procedimentos, normas, etc?  Que informações a empresa virtual precisará para que haja um bom funcionamento?
 
R: Para o sucesso da Portaria Virtual é importante que os cadastros estejam completos e atualizados (nomes, telefones para contato, fotos, etc), e que os procedimentos sejam muito bem esclarecidos com os condôminos. Os visitantes frequentes também devem ser cadastrados, como parentes e amigos que sempre visitam o condomínio.
 
P: Quais comprovantes ou documentos  o condomínios que requisitar para verificar a idoneidade da empresa de portaria virtual?
 
R: O serviço de Portaria Virtual é como um “casamento”, que causará grandes transtornos se não der certo, por isso é importante tomar muitos cuidados na contratação, como avaliar todos os detalhes dos orçamentos, visitar as empresas, verificar se está registrada no CREA e exigir ART (Anotação de Responsabilidade Técnica). Alguns pontos importantes devem ser observados:
 
  • Os visitantes devem sempre ser atendidos pelo Porteiro Virtual e não podem acionar diretamente o morador, caso contrário alguns procedimentos de segurança não poderão ser seguidos, inclusive o correto registro do acesso.
  • A comunicação com o Porteiro Virtual é via fibra óptica? Muito mais segura e estável que internet banda larga.
  • A empresa fará instalação de nobreaks para todos os equipamentos, incluindo os automatizadores de portões, central de interfone, etc?
  • A empresa oferece manutenção 24 horas? Pense na possibilidade de um motor parar durante a noite e não ter um porteiro no local para ajudar.
 
P: Por quanto tempo a empresa de Portaria Virtual arquiva as imagens? Em caso de necessidade, o condomínio tem acessa a estas?
R: O tempo de gravação deve ser pelo menos 30 dias, para aumentar as chances que as imagens possam ser recuperadas, pois muitas vezes os moradores viajam e só identificam os problemas muito tempo depois que ocorreram. O condomínio sempre poderá ter acesso às imagens.
P: Como é feito para que possa se controlar o acesso a entregadores no condomínio? Como é feito o acesso pelas funcionárias de Energia e Gás?
 
R: O zelador passa a ter uma importância maior para o condomínio, pois poderá receber encomendas e acompanhar os funcionários das empresas de energia e gás. O recomendado é que os entregadores não tenham acesso ao condomínio e que sejam recebidos pelos moradores na portaria.
 
P: E quando acabar a energia elétrica, como funciona a Portaria Virtual?
R: É muito importante que o sistema de Portaria Virtual inclua nobreaks para todos os equipamentos, inclusive os automatizadores de portões, interfones, CFTV, etc. Dessa forma não haverá interrupção do funcionamento dos sistemas durante pelo menos duas horas. Caso a interrupção de energia dure mais tempo, a empresa deverá disponibilizar um porteiro presencial até que a energia volte ao normal ou até a chegada do zelador.
P: Qual o custo/benefício de uma Portaria Virtual?
R: A maior vantagem da Portaria Virtual é seu custo/benefício, pois o condomínio passará a ter uma redução significativa de no mínimo 50% de seu custo mensal, além de conquistar mais segurança e controle.
 
Respostas: Carlos Henrique Veloso de Carvalho.
Engenheiro e Diretor da Ecos Segurança Eletrônica.

Posted in Notícias by informesindicoon