Síndico, seu Seguro assegura?

Síndico, seu Seguro assegura?

*Por Anderson Macarenco

Olá estamos de volta trazendo temas e assuntos peculiares relativos ao dia a dia de condomínio e compartilhar com vocês minha experiência como Síndico Profissional. Hoje eu quero trazer para vocês o assunto sobre os seguros.

Não tenho a pretensão de vender nenhum tipo de seguro pois não sou corretor de seguros mas compartilhar  algumas situações importantes para vocês síndicos (as) e moradores de condomínios ficarem sempre atentos em relação a esse tema.

O primeiro aspecto que deve-se tomar bastante cuidado no momento de fazer uma cotação e seguro para o condomínio é:  “não queira buscar a todo custo o melhor preço mas é importante ter o acompanhamento e uma assessoria de especialistas em seguros imobiliários para que possam obter um melhor entendimento das coberturas que são necessárias e peculiares a cada condomínio”.

Cada condomínio tem as suas características, sistemas e áreas específicas que devem ser levados em conta no momento de fazer uma apólice de seguros.  É de suma importância então saber exatamente quais são as coberturas necessárias para cobrir qualquer eventualidade que venha a ocorrer nas áreas citadas acima, por exemplo.

É importante ainda salientar que o seguro condominial em boa parte não cobre eventualidades ou sinistros que ocorrem dentro da unidade autônoma.

Vou contar a vocês uma situação que aconteceu comigo e outras situações também de muitos moradores nos condomínios nos quais atuo. Um exemplo clássico é justamente o vazamento de água de quando a pessoa foi viajar e em uma das torneiras sanitárias de banheiro houve um rompimento da água. Esta água começou a vazar saiu molhando todo o apartamento, saindo pelos corredores e entrando no poço do elevador e atingiu os elevadores do condomínio.

Então nessa situação quem seria o responsável para fazer a reparação dos danos que foram causados inclusive nas áreas comuns do condomínio?

Nesse caso como o fato gerador não é na causa do sinistro e surgiu a partir da unidade autônoma a responsabilidade é total do morador e não do condomínio.

O não acionamento do seguro do condomínio nesse sentido é que eu sempre oriento aos moradores dos condomínios e que também façam suas apólices de seguro de suas unidades autônomas,  seus apartamentos e das suas casas tendo em vista que qualquer problema que vier acontecer nas áreas comuns ou Condomínio que nesse caso seria danos a terceiros, o terceiro seria o condomínio.

Agora existem situações também que o condomínio pode gerar prejuízos para a unidade autônoma aí é acionado danos contra terceiros. Por exemplo: vazamento de água que por ventura aconteceu de  um vazamento na caixa d’água superior e essa água adentrar em alguns dos apartamentos e houver  algum tipo de estrago o seguro do condomínio cobre danos contra terceiros e por isso que é importante saber qual acionar e tem um valor interessante para esse tipo de cobertura para poder cobrir esses prejuízos causados nas unidades autônomas.

É óbvio que não se faz uma apólice de seguro torcendo para que aconteçam fatos como esses mas para que o Síndico possa dormir tranquilamente uma boa apólice de seguro com todas as coberturas inclusive se atentando para coberturas de danos contra terceiros, danos causados a equipamentos elétricos,  dentre eles elevadores que são equipamentos de alto valor. É muito importante se atentar em relação a isso.

Portanto busque sempre uma boa orientação profissional no momento de fazer a apólice de seguro do seu condomínio, evite buscar o mais barato pois o ditado já diz: “muitas vezes o barato pode sair caro”.

Oriente seus condôminos moradores para que eles também façam uma apólice de seguro de suas unidades autônomas e trazer a consciência deles de que a apólice do seguro do condomínio não cobre danos causados as suas unidades autônomas.

Fica aqui a dica do Síndico Profissional! 

*Anderson Macarenco – Síndico Profissional

Especialista em processos de negócios Condominiais.

Formando em Análise de Sistemas pela USF, MBA em Telecomunicações pela UVV, Pós graduado em Gestão Pública pela FMP, formação Síndico Profissional pela CONASI.

Proprietário da AM Soluções Condominiais, fundador do Instituto de Síndicos e franqueado da BRCONDOS Vitória administração de condomínio.

Membro do Núcleo de Administradores de Condomínios da ADEMI-ES e membro da BNI Valentes do Espírito Santo.

Atuando há 14 anos como Sindico Profissional em condomínios comerciais e residenciais da Grande Vitória.

WhatsApp: (27) 99936-7143

www.amsindico.com

Compartilhar: